Chico Buarque vence Prêmio Camões

Foto: Marcos de Paula/Estadão

O escritor e compositor brasileiro Chico Buarque é o vencedor do Prêmio Camões 2019, atribuído anualmente, desde 1988, a autores que tenham contribuído para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua portuguesa. O prêmio foi anunciado na sede da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, pela presidente da instituição, Helena Severo. O autor receberá 100 mil euros.

O júri foi composto por Clara Rowland e Manuel Frias Martins, representantes de Portugal; Ana Paula Tavares, de Angola; Antonio Cicero e Antônio Carlos Hohlfeldt, ambos do Brasil; e Nataniel Ngomane, de Moçambique.

Chico é autor cinco romances, entre eles, Leite Derramado, vencedor do Prêmio Portugal Telecom 2010, e O Irmão Alemão, finalista do Prêmio Oceanos 2015, ambos publicados pela Companhia das Letras.

Em sua coluna no periódico Diário de Notícias (Portugal), o jornalista português Pedro Tadeu homenageou o premiado, ressaltando a importância da produção do autor para sua formação. Desde o impulso pela dança, aos cinco anos de idade, até o despertar da consciência política, ao entrar na idade adulta, Chico assumiu papel definitivo em anos que moldaram seu caráter. Ao receber a notícia, Pedro afirma que se sentiu no direito de comemorar uma vitória: “ganhei eu, caramba, ganhei eu!”. Leia aqui o texto na íntegra.

Chico foi escolhido também como autor homenageado da Casa Paratodxs, onde ocorrerá parte da programação apoiada pelo Oceanos durante a Flip – Festa Literária Internacional de Paraty 2019, que acontece entre os dias 10 e 14 de julho. Mais detalhes serão divulgados em breve.