Conheça: Angela Davis; oficina com Jacques Fux e mais

1_50 anos depois de um julgamento que fez de Angela Davis um mito, a ativista e filósofa foi editada pela primeira vez em Portugal. A Antígona publica agora “A liberdade é uma luta constante”, volume com entrevistas, ensaios, discursos centrados na violência de Estado e na opressão em vários lugares do mundo. No Brasil, a obra de Angela Davis vem sendo editada desde 2016 pela Boitempo, que já publicou, entre outros livros da autora, “Mulheres, raça e classe”, “Mulheres, cultura e política” e “Angela Davis: uma autobiografia”.
A jornalista e curadora do Oceanos Isabel Lucas entrevistou para o Público uma das vozes que protagonizou a luta pelos direitos das mulheres e contra o racismo nos EUA. Leia a matéria na íntegra.

2_O escritor mineiro Jacques Fux propõe, na Escreveira, uma oficina que estabelece relações entre princípios matemáticos e a literatura. De acordo com o autor, a arte literária e a imaginação matemática têm mais coisas em comum do que supomos, abrindo muitas possibilidades, como a criação de textos segundo procedimentos previamente estabelecidos, diferentes fatores combinatórios e mesmo a utilização de materiais já existentes. Saiba mais no site da Escrevedeira.

3_No próximo Clube de Leitura da Escrevedeira, que acontece online no dia 11 de julho, o livro da vez é “Feliz Ano Novo”, de Rubem Fonseca, publicado em 1975. Veja como participar.