Conheça: Capitolina Revista; Maria Velho da Costa; Olga Savary e mais

1. Nara Vidal, vencedora do Oceanos 2019 com o romance “Sorte”, edita em Londres a Capitolina, revista dedicada à literatura contemporânea de língua portuguesa. Na última edição (nº 4), o periódico conta com colaboração de Adriana Lisboa e Natalia Borges Polesso, entre outros escritores. Os textos podem ser acessados aqui.

2_O crítico literário António Guerreiro percorre brevemente a trajetória literária da escritora portuguesa Maria Velho da Costa, falecida em 23 de maio, aos 81 anos. Em artigo veiculado no Ípsilon/Público, Guerreiro salienta a transgressão de uma das autoras das “Novas cartas portuguesas”: “As suas palavras são às vezes temíveis, capazes de cortar como navalhas afiadas. São postas ao serviço de uma escrita das intensidades.” Leia o artigo na íntegra.

3_Em relato publicado na Revista Cult, a poeta Beatriz Azevedo descreve seu encontro com Olga Savary, uma semana antes do falecimento da autora, em 15 de maio, aos 86 anos, e reproduz ainda 10 poemas selecionados. Acesse pelo site da Cult.
Em homenagem a Olga, compartilhamos aqui “Auto despedida”:

Há algo nas manhãs que não entendo agora
e a um grito de minhas pernas não atendo.
Ainda depois da noite, noite me espia
e sonho dúvidas enormes e imóveis
como a imobilidade das aranhas.
Tão pouco tempo – e tenho de deixar-me
e queria nunca ter de repartir-me.
Começa a raiva da saudade
que inventei vou ter de mim.

4_No texto “Paraquedas”, no Blog da Companhia das Letras, a escritora Noemi Jaffe dá forma – palavras – ao horror do momento que vive hoje o Brasil. “É preciso transgredir para olhar na retina do ódio e para tentar driblá-lo. Até que a fonte do mal, também ela, caia.” Leia na íntegra.