Jabuti surpreende com a escolha do “Livro do Ano”

A cerimônia de premiação da 61ª edição do Jabuti, um dos prêmios literários mais tradicionais do Brasil, realizada no dia 28 de novembro, no Auditório Ibirapuera, surpreendeu os presentes com a escolha do Livro do Ano, tradicionalmente destinado a obras de ficção. O maior prêmio do Jabuti foi dado a um livro da categoria Humanidades que trata da história econômica do Brasil.

Uma história da desigualdade: a concentração de renda entre os ricos no Brasil – 1926 – 2013, de Pedro H. G. Ferreira de Souza, é fruto da tese de doutorado do autor, defendida em 2016. Os resultados da pesquisa já foram premiados pela Capes – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior –, em 2017, e a tese já foi considerada a melhor da área de sociologia do Brasil.

Organizado pela CBL — Câmara Brasileira do Livro —, o Jabuti contemplou um total de 19 categorias divididas em quatro eixos: literatura, ensaio, livro e inovação. No eixo de literatura, concorreram romances, livros de contos, crônicas e poemas – gêneros que também podem ser inscritos no Oceanos –, além de histórias em quadrinhos e livros infantis e juvenis.

O pai da menina morta, de Tiago Ferro, lançado pela Todavia, foi eleito o melhor romance. O livro ganhou também o Prêmio São Paulo de Literatura deste ano na categoria de autores estreantes.

Entre as obras de poesia, o vencedor foi Nuvens, livro póstumo de Hilda Machado, publicado pela Editora 34. Nos contos, a eleita foi Vilma Arêas com Um beijo por mês, lançado pela Lunaparque, que esteve também entre os semifinalistas do Oceanos 2019.

Na categoria crônicas, outro prêmio -0 foi para Fernanda Young, por Pós-F: Para além do masculino e do feminino, da editora LeYa. A escritora morreu em agosto deste ano.

A jornalista e diretora da Biblioteca Mário de Andrade Joselia Aguiar foi a vencedora na categoria Biografia, Documentário e Reportagem – parte do eixo de ensaio – com Jorge Amado: uma biografia, publicado no Brasil pela Todavia e, em Portugal, pela Dom Quixote. O oportuno lançamento resulta de um extenso trabalho sobre a vida e obra do autor baiano.

Veja aqui a lista completa de vencedores da 61ª edição do Jabuti.