Parceria Instituto Camões/DGLAB traz nova Linha de Apoio à Tradução e à Edição de obras em língua portuguesa

A Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) e o Instituto Camões criaram, em parceria, uma nova Linha de Apoio à Tradução e à Edição (LATE). Se antes a DGLAB e o Instituto Camões tinham programas próprios, com regulamentos, verbas, prazos e processos de candidaturas independentes, a partir de 2020, a Linha de Apoio conjunta atende aos objetivos comuns das duas entidades de internacionalização da literatura em língua portuguesa e de fomento ao intercâmbio literário entre os países membros da CPLP. As candidaturas podem apresentadas até o dia 17 de agosto de 2020.

A LATE apoia a publicação no exterior de poesia, ficção, ensaio literário, teatro e literatura infanto-juvenil, escritas em língua portuguesa por autores de Portugal, dos países africanos de língua portuguesa e do Timor-Leste, através de apoios financeiros e de bolsas para tradutores.

Para o Oceanos, a LATE é extremamente importante uma vez que, ao longo dos anos, o prêmio vem se firmando como mecanismo de intercâmbio de obras e autores de língua portuguesa, em qualquer lugar do mundo. A cooperação entre dois grandes parceiros do Oceanos possibilita ao prêmio fortalecer a interação com editores para ampliar a edição de finalistas e vencedores nos diferentes países de língua portuguesa, apresentando a riqueza e a diversidade literária de nosso idioma.

O Regulamento completo da LATE, bem como a documentação e Informação para apresentação de candidaturas, estão disponíveis no site do Instituto Camões.

Os editores brasileiros podem consultar a lista de livros inscritos ao Oceanos 2020, elegíveis para candidatura, neste link.