Seminário debate a língua portuguesa na educação e na literatura

Silviano Santiago e Maria Valéria Rezende

A curadora do Oceanos Selma Caetano modera mesa com os escritores Maria Valéria e Silviano Santiago sobre o impacto das premiações na trajetória dos dois autores.

 

Em sua segunda edição, o Seminário A Língua Portuguesa na Educação, na Literatura e na Comunicação pretende promover um amplo debate sobre os aspectos culturais, históricos, além de linguísticos, da língua portuguesa falada no Brasil e no mundo.

A perspectiva é a da valorização da Língua Portuguesa, segundo o historiador Francis Manzoni, coordenador da Comissão para Promoção de Conteúdo em Língua Portuguesa da Câmara Brasileira do Livro e coordenador editorial nas Edições Sesc.

“O seminário foi idealizado com o objetivo de congregar pesquisadores, professores, escritores editores, enfim, vários agentes culturais, para dialogar com públicos diversos e, no âmbito da indústria criativa, suscitar ideias inovadoras para a promoção do nosso idioma. Também pretendemos colocar em evidência o peso do Brasil no futuro da língua portuguesa.”

Nesta segunda edição, os organizadores ampliaram o número de mesas de comunicação acadêmica e literárias na tentativa de cobrir as vertentes mais variadas do universo da língua portuguesa. Com esse propósito, serão analisadas desde as noções de território e história a partir da criação ficcional e poética em língua portuguesa como estratégias de formação docente para o seu ensino; novas ferramentas pedagógicas; a relação da leitura, da escrita e da oralidade em sala de aula, o papel dos prêmios literários para a sua difusão e até uma abordagem sobre ações do Estado e das instituições culturais para o reconhecimento desse idioma como bem cultural com papel relevante na política internacional, na economia, no mercado de trabalho e na redução das desigualdades sociais.

Participam do encontro os escritores brasileiros Maria Valéria Rezende e Silviano Santiago e o moçambicano Ungulani Ba Ka Khosa. Com mediação da jornalista e escritora Joselia Aguiar, Maria Valéria e Ungulani vão discorrer sobre a experiência como educadores e sobre as influências culturais em suas obras. Maria Valéria também fala em uma segunda mesa ao lado de Silviano Santiago, com mediação da curadora do Prêmio Oceanos Selma Caetano, sobre o impacto das premiações na trajetória dos dois autores. Confira aqui a programação completa.

O seminário é uma iniciativa de grupo de trabalho formado por editores associados à Câmara Brasileira do Livro, por representantes de instituições culturais que realizam ações nos campos da educação informal e do lazer, e também por professores de universidades brasileiras. Conta com apoio do Sesc e das universidades Mackenzie, PUC-SP e USP. “A partir desse primeiro núcleo, estabelecemos conexões com pessoas e entidades de outros países que anseiam pela valorização e difusão da Língua Portuguesa. Se a língua portuguesa segue cruzando fronteiras, geográficas, culturais e acadêmicas, como aspirou Agostinho da Silva, então ganhamos todos.”, conclui Manzoni.

 

II Seminário A Língua Portuguesa na Educação, na Literatura e na Comunicação
Dias: 22 e 23 de novembro.
Centro de Pesquisa e Formação – Sesc
Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo