Vencedor do Oceanos 2017 explora os últimos anos da vida de Machado de Assis

Silviano Santiago e a curadora do Oceanos, Ana Sousa Dias, na Feira do Livro de Lisboa.

Vencedor do Oceanos em 2015 e 2017, Silviano Santiago fala do seu “romance da sobrevivência” em entrevista ao Jornal de Letras.

“Em Werther, Goethe nos deu de presente os princípios do romance de formação. O magnífico James Joyce reagiu com o notável Retrato do artista quando jovem. Perguntava-me: por que não criar o romance da sobrevivência. Retrato do artista quando velho. Enfrentar a vida sentimental de Machado não pelas raízes que sustentam a árvore/homem, mas pelos frutos que, por estarem muito maduros e já apodrecendo, caem dos galhos da árvore e se espatifam no chão?” (Silviano Santiago ao Jornal de Letras)