Viagem de Albert Camus ao Brasil é celebrada com ciclo de eventos

Foto: Reprodução

Os 70 anos da viagem do escritor franco-argelino Albert Camus ao Brasil, entre julho e agosto de 1949, são celebrados em São Paulo e no Rio de Janeiro.

No Sesc Consolação, a abertura das atividades conta com leitura da conferência O tempo dos assassinos pelo ator Tony Ramos, em 20 de agosto, às 20h. Na ocasião, será lançado, pela editora Record, o livro Camus, o viajante, diário de viagem organizado pelo crítico literário e curador do Oceanos Manuel da Costa Pinto.

Na Casa das Rosas, no dia 21, será inaugurada a exposição Camus: um estrangeiro no Brasil, que reúne fotografias do acervo do escritor, com curadoria também a cargo de Manuel. O crítico ministra palestra acerca do escritor e sua obra às 19h. A participação é gratuita e a exposição fica aberta ao público até o dia 27 de outubro.

No Cine Petra Belas Artes, no dia 22 de agosto, haverá exibição de três filmes inspirados na obra de Camus: O estrangeiro (1967); de Luchino Visconti, O primeiro homem (2012), de Gianni Amelio e Longe dos homens (2014), de David Oealhoffen.

Na Livraria da Travessa do Rio de Janeiro, no mesmo dia, ocorre debate sobre a visita de Camus ao Brasil, com a participação de Alvaro Costa e Silva, Arthur Dapieve e Mateus Baldi. O encontro é aberto e tem início às 19h.

Endereços:

Sesc Consolação – R. Dr. Vila Nova, 245 – São Paulo

Casa das Rosas – Av. Paulista, 37 – São Paulo

Cine Petra Belas Artes – R. da Consolação, 2423 – São Paulo

Livraria da Travessa de Ipanema – R. Visconde de Pirajá, 572 – Rio de Janeiro